Demolição dos beach clubs de Florianópolis é um erro que vai prejudicar o turismo

A novela dos beach clubs da Capital parece não ter fim. A demolição dos locais será um erro que pode gerar prejuízos irreparáveis ao Turismo de Florianópolis. As casas noturnas, que também trabalham como restaurantes, atraem visitantes de todos os cantos do mundo, fortalecendo o nome de Jurerê Internacional e da Capital. A verdade é que os estabelecimentos estão em área nobre e com público fidelizado. O que é necessário nesse momento é um acordo entre moradores e empresários para que ninguém seja prejudicado, já que a demolição vai provocar apenas uma troca de endereço. Tirando as estruturas de perto da praia, elas vão mudar para outros pontos no bairro. Nesta quarta-feira o Tribunal Regional Federal da 4ª Região pediu  novamente que os estabelecimentos sejam demolidos, isso quer dizer:  os magistrados suspenderam a última decisão de novembro de 2016, que mandava manter as estruturas.

É fácil entender o morador que não quer barulho, mas a maioria só comprou imóvel em Jurerê Internacional por ser um bairro cobiçado e reconhecido. É a verdade. Só que muito dessa fama se deve as festas e eventos realizados no bairro. O que se vê é um jogo de interesses. Só que nessa guerra de egos, quem perde é o Turismo. A solução pode estar em um plano de atuação e de operação das casas, com horários definidos, equipamentos de isolamento de som, preservação das áreas públicas, e ainda, garantir atendimento a população e proibir novas construções.